Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, afirmou em entrevista que mesmo com o “orçamento apertado”, pretende criar neste ano de 2020, dois centros de pesquisa dentro da região Amazônica.

A declaração foi feita em uma conversa com o site Uol. Segundo a publicação, o intuito é estudar e explorar a biodiversidade local com produtos que podem ser usados no mercado de cosméticos e remédios.

Para isso, ele contaria com bases do Exército para abrigar os pesquisadores e também com a parceiros de comunitários que conhecem bem a região. O objetivo é que estes “laboratórios-pilotos estejam prontos até dezembro e essa é uma das prioridades da pasta:

“A gente deve começar com uns dois laboratórios e está escolhendo quais seriam os locais, vendo quais seriam os equipamentos mínimos. Se a gente tiver que construir uma estrutura, seria com dois contêineres e um meio coberto equipados. Um é para a pessoa morar, para os pesquisadores ficarem três, quatro meses. A estrutura de moradia de um lado e o laboratório do outro. Estão determinando o que vai ficar dentro desse laboratório. Vai ser equipado com drones, sistema de conexão de internet, e assim por diante. A ideia é que, neste ano, a gente tenha pelo menos um ou dois pilotos funcionando. Aí a gente ajusta e espalha”, afirmou.

Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.