BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Amazonas perde Benedito Azedo, ex-prefeito de Parintins, jornalista e procurador do estado


Quem se atrevesse a escrever sobre fatos da história política do Amazonas, obrigatoriamente, teria que procurar por Benedito de Jesus Azedo. Era comum ouvir a frase nas redações dos jornais de Manaus “Liga pro Bené que ele vai te explicar como foi”.  O repórter telefonava e, de fato, seu Bené relembrava tudo, como uma precisão de datas, relatos de frases e descrição de imagens impressionantes. Como se fosse estivesse rodando um velho videotape.

Mas nesta sexta-feira, 31,  a imprensa perdeu a sua maior fonte, a família um grande pai e avô e os amigos um leal companheiro, de coração generoso. Bené morreu, aos 83 anos, depois de travar uma longa batalha contra o câncer com o mesmo otimismo  que enfrentou as grandes desafios de sua rica existência, nos afazeres de advogado, jornalista, procurador do estado e prefeito de Parintins – sua terra natal –, de 1973 a 1977.

— Estou muito triste. Almoçamos juntos quase todos os sábados, há muito anos. No último encontro que tivemos, pedimos para ele escolher uma música que marcou sua vida e ele escolheu “A Normalista”, de Nelson Gonçalves, que lembra a sua esposa, d Paulina, o eterno amor de sua vida. É a música que vai nos  lembrar para sempre nosso amigo –, contou o deputado Serafim Corrêa (PSB), um dos grandes amigos de Bené.

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, externou profundo pesar pela morte do procurador e ex-prefeito do município de Parintins, Benedito de Jesus Azedo, aos 86 anos, vítima de câncer de próstata, nesta sexta-feira, 31/7, e irá decretar luto oficial de três dias na capital amazonense.

“Benedito foi um grande homem e um grande gestor público. É duro ver um amigo perder a luta para uma doença tão agressiva que enfrentei e consegui vencer. Deixo meus sinceros sentimentos a toda família e amigos mais próximos. Ele sempre será lembrado por sua exemplar trajetória como homem público ”, disse Virgílio.

Benedito Azedo nasceu em  Parintins no dia 7 de fevereiro de 1934. Era muito querido pelo povo da ilha.  A última aparição pública de Benedito Azedo foi na cerimônia de reinauguração do Mercado Municipal Leopoldo Neves, em maio de 2019. O prefeito de Parintins, Bi Garcia,  decretou luto oficial de três dias. O prefeito também anunciou que que deverá entregar em poucos dias o revitalizado Complexo Esportivo e Cultural Dr. Benedito Azedo. "Estaremos mais uma vez reafirmando o nosso reconhecimento", afirmou Bi.

Bené foi sepultado ontem mesmo às 16h,  no cemitério São João Batista. Em quatro anos, os restos motais serão exumados e lavados para a sua Parintins.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.