BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Em vídeo, médico do Platão Araújo denuncia falta de material cirúrgico


Um vídeo viralizou nas redes sociais e WhatsApp, na quarta-feira (6), com uma denúncia de um médico plantonista do Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, na Zona Leste de Manaus. No vídeo, ele pede ‘Prolene 6-0’, fio de sutura utilizado em cirurgia para fechamento de artérias. Sem o material, a artéria corre o risco de romper novamente.

O vídeo foi feito por volta das 10h da manhã, dentro do centro cirúrgico da unidade, e mostra o médico desabafando sobre a falta de material na unidade hospitalar. Ele aproveita e pede que as pessoas compartilhem até chegar na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam).

Confira o vídeo na íntegra:

 

O atual secretário de estado de Saúde, defensor Carlos Almeida, também gravou sua resposta em vídeo. Nele, ele tenta acalmar os ânimos dos profissionais da saúde falando sobre a crise do abastecimento do Estado. Confira a resposta a seguir:

 

Crise na saúde pública 

O atual governo afirma que encontrou a saúde do Estado em grave situação: servidores com salários atrasados, cirurgias sendo canceladas por falta de material e medicamentos.

A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) informa que os problemas estruturais do setor, relatados por diversos meios, são também a maior preocupação do governo que assumiu há pouco mais de um mês, sendo claros com a população em relação à situação crítica e crônica da saúde no Amazonas.

“A nova gestão vem trabalhando para organizar o setor, tendo como prioridade o abastecimento das unidades e o pagamento dos serviços terceirizados que empregam mão-de-obra. A secretaria reconhece o esforço de todos os abnegados profissionais de saúde, que têm ajudado a manter os serviços funcionando, assim como os gestores, corpo técnico e corpo administrativo. A Susam entende que todos são parte da solução, porque todos querem melhorar a saúde pública do Amazonas”, disse na nota enviada à imprensa no inicio da noite.

Quanto a situação do Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, a pasta esclarece que o tipo de fio Polipropileno número 6-0, usado especificamente em procedimentos cirúrgicos vasculares, nunca fez parte do padrão da unidade.

A Susam foi informada pela direção da unidade que apenas recentemente iniciou-se a alteração do padrão que conta com a participação da equipe médica que indica quais os materiais são necessários para realizar os procedimentos.

Para as equipes médicas de todas as especialidades cirúrgicas foi entregue um formulário para que indicasse o tipo de material padrão necessário, porém a equipe de cirurgia vascular não retornou a solicitação. Ainda assim, a Susam comunicou que a direção do hospital solicitou à Central de Medicamentos do Amazonas (Cema) a compra do fio Polipropileno número 6-0.

Por sua vez, a Cema informou que já está providenciando o processo de compra do material. Mas, por não haver ATA registrada para a licitação, a compra ainda não aconteceu. Para reverter a situação, eles estão realizando uma compra com dispensa de licitação.

As informações são do Portal EM TEMPO

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas.