BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - Operação “Lava Toba” contradiz discurso de que a corrupção acabou


A Polícia Federal deflagrou, nesta quarta-feira (14), uma operação Desvid-19 para investigar desvios em aplicação de recursos de combate ao novo coronavírus envolvendo parlamentares e apreendeu dinheiro vivo dentro da cueca do vice-líder do governo Bolsonaro no Senado, Chico Rodrigues (DEM-RR) .

Os investigadores, que cumpriam busca e apreensão contra o senador, em sua residência em Roraima, encontraram notas de dinheiro que totalizaram cerca de R$ 30 mil escondidas em seu corpo. Parte das notas de dinheiro estaria dentro do seu ânus e entre suas nádegas. A PF registrou em fotos e vídeos o momento dessa apreensão. A operação foi deflagrada com autorização do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso para investigar desvios milionários em recursos de combate à pandemia destinados por meio de emendas parlamentares à Secretaria de Saúde de Roraima.

O senador é membro da Comissão Mista do Congresso Nacional que acompanha a execução de recursos relacionados ao combate ao novo coronavírus.

Lava toba

Após o senador Chico Rodrigues (DEM-RR), vice-líder do governo Bolsonaro, ser flagrado pela PF com R$ 30 mil escondidos nas nádegas, internautas rebatizaram a Operação Lava Jato para “Lava Toba”.

Acabou a corrupção?

O fato aconteceu no mesmo dia em que Bolsonaro voltou a dizer que “acabou com corrupção” em se governo e que daria uma “voadora no pescoço” de quem estivesse envolvido com algum rolo.

Nem conheço

Apesar de Chico Rodrigues ser vice líder de deu governo no senado, Bolsonaro disse que o escândalo nada tem a ver com seu governo.

— O governo se resume a ministros, presidentes de estatais e dos bancos públicos –, esquivou-se  o capitão.

“União estável”

No entanto, circula nas redes sociais um vídeo que mostra Bolsonaro trocando elogios com seu vice-líder no Senado. Na gravação, presidente diz ter quase união estávelcom o senador, em referência aos “20 anos de amizade”.

Até tu, Plínio?

E o nosso senador Plínio Valério (PSDB-AM), hein? Acabou defendendo indiretamente o senador Chico Rodrigues (DEM), que escondeu dinheiro nas nádegas.

Ele criticou a decisão de Luís Roberto Barroso de afastar do cargo o senador da “Lava Toba”.

“Ministro quer aparecer”

Plínio disse que não quer “entrar no mérito e parecer que estou defendendo o senador”, mas Barroso não tem competência para isso coisíssima nenhuma.

— O senador tem que ser julgado no Conselho de Ética, que é o foro próprio para isso. Não precisamos da intervenção do STF. Lá na Comissão de Ética é que vai se apurar a culpa ou não. Mais uma vez, o ministro querendo aparecer.

Detonou STF

Valério soltou os cachorros e acusou que  mais uma vez o ministro Barroso está “extrapolando da sua função e da sua missão”.

— O STF não tem competência para afastar o senador. Não estou querendo dizer que ele não é culpado, não estou entrando no mérito.

Cavalo de pau

Para Plínio, é mais um absurdo proporcionado pelo Supremo Tribunal Federal.

—  Não basta o cavalo de pau jurídico que vive dando, ministro se acha no direito de afastar senador, é um absurdo.” É mais um absurdo proporcionado pelo Supremo TTF – disparou.

Braga tem pressa

O senador Eduardo Braga divulgou quarta-feira, 14/10, o seu relatório a favor da nomeação do juiz indicado por Jair Bolsonaro para ser o novo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

Braga fez um documento a favor do juiz em tempo recorde

Enrolados na justiça

Juiz da Tribunal Regional Federal, Kássio Nunes Marques foi sugestão dos senadores Flavio Bolsonaro e  Ciro Nogueira e do advogado Frederick Wassef.

Os três padrinhos do juiz têm em comum o fato de estarem enrolados em investigações na Justiça sobre corrupção.

A pressa é de todos

De acordo com a revista Veja, o  relator Eduardo Braga, também investigado no âmbito da Lava Jato, fez um documento a favor do juiz em tempo recorde.  “A pressa do senador é a pressa é de todos”, disse a revista.

Tudo nos trinques!

Eduardo desconsiderou os vários indícios de que Nunes Marques havia fraudado seu currículo, incluindo como títulos de pós-graduação cursos de uma semana e plagiado parte de sua tese.

— Não encontramos fatos relevantes que pudessem suscitar dúvidas sobre seu saber jurídico ou desabonar sua reputação –, escreveu Braga.

Arraial nunca mais

O deputado estadual Carlinhos Bessa (PV-AM) prometeu que nunca mais vai aos festejos de Santa Teresa D’Ávila, no município de  em Tefé.

O parlamentar foi ao arraial da santa, na quarta-feira, 14/10,  e acabou entrando no coro.

Sossega mariquinha

A confusão teve início  quando um  cabo eleitoral do candidato a prefeito Nicson Marreira (PTB) passou a ofender a comitiva do parlamentar, usando vocabulário de fazer papagaio corar de vergonha.

Bessa foi tomar as dores e acabou saindo “dolorido”.  Foi um tal de sossega mariquinha e cadeiras voando pra tudo que é lado.

Sucupira é aqui

Só depois do fuzuê é que a situação ficou esclarecida. Carlinhos Bessa do prefeito Normando Bessa. Por conta disso, a família inteira está sofrendo ameaça de morte por pessoas ligadas ao candidato da oposição nos últimos dias.

Omar favorável

O presidente da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, Omar Aziz (PSD-AM), apresentou parecer favorável à indicação do ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira, para uma vaga no Tribunal de Contas da União (TCU). A sabatina no colegiado está agendada para a próxima terça-feira, 20 de outubro.

Parecer positivo

Em seu parecer, Omar, que escolheu a si próprio para relatar a indicação, descreve a formação acadêmica e a experiência profissional de Jorge Oliveira, incluindo o atual posto no governo.

Cesta básica

A Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa detectou uma variação de 70% no valor da cesta básica praticado nos supermercados de Manaus.

Dói no bolso

A pesquisa foi realizada no período de 6 a 9 de outubro em dez supermercados localizados nas zonas Norte, Centro-Sul e Leste da capital amazonense.

R$ 245 a mais cara

A diferença de valores da cesta básica constatada em  dez estabelecimentos da capital foi de R$ 35,62, sendo R$ 209,70 a mais barata e R$ 245,32 a mais cara.

Pesquisa apontou variação de 70% no valor da cesta básica em Manaus

Vilões

Os  “vilões” da cesta básica, com variação elevada de preço nos supermercados, são itens indispensáveis à higiene pessoal como creme dental com 207,34% (de R$ 1,09 a R$ 3,35), água sanitária com 141,41% (de R$ 0,99 a R$ 2,39) e sabão em pó com 140,69% (R$ 1,45 a R$ 3,49).

Natureza agradece

Uma das onças-pintadas resgatadas com ferimentos provocados pelo fogo no Pantanal está apta a regressar à natureza após cerca de um mês submetida a modernos tratamentos veterinários custeados por ONGs e voluntários, em Goiás.

Quanto menos tempo o animal selvagem ficar enjaulado, melhor para a readaptação.

Mamar em onça

Mas, acredite, está nos planos das equipes do presidente Jair Bolsonaro e do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, uma visita ao Pantanal na próxima semana para acompanhar a soltura da onça.

ÚLTIMA HORA

A equipe do cantor Roberto Carlos desmentiu ontem (15) o deputado estadual Marcell Moraes (PSDB-BA), ao afirmar que ele não procurou ninguém do staff do Rei para reaver a proibição da música "Nossa Senhora" em um vídeo publicado pelo político nas redes sociais. O deputado disse, em nota que já havia entrado em contato com a assessoria do artista, e que "a publicação não tinha cunho eleitoral ou de promoção política, mas apenas de demonstração de fé e devoção", por isso disse acreditar que não vai ter necessidade de retirada da publicação. "O deputado estadual Marcell Moraes não entrou em contato com ninguém da equipe do artista Roberto Carlos. Assim sendo, ele não tem a autorização para manter o vídeo no ar", rebateu a assessoria do rei.

A aplicação indevida de obras é sujeita a penas cíveis e penais, configurando crime a usurpação de direitos autorais, com pena que pode chegar à reclusão de 2 a 4 anos de prisão, caso haja fins financeiros. Até ontem, o vídeo ainda estava público nas redes sociais do parlamentar.

ORGULHO

Um menino gênio de 12 anos deve fazer história como o aluno mais jovem a estudar engenharia aeroespacial na Georgia Tech, uma das mais renomadas universidades de tecnologia do mundo. Caleb Anderson é um adolescente prodígio que mora em Marietta, na Georgia. Desde muito cedo, surpreendeu a todos pela capacidade de avaliar e reter informações complexas. De acordo com a mãe dele, o menino prodígio começou a emitir os primeiros sons quando tinha apenas 4 semanas, e aos dois anos já conseguia ler a Constituição dos Estados Unidos inteira. Atualmente, o garoto fala inglês, espanhol, francês e mandarim, aos 12 anos. ‘Eu não sou muito inteligente, apenas aprendo informações rapidamente’, disse Caleb demonstrando humildade.

VERGONHA

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.