BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - Militares já estão perdendo a paciência com Bolsonaro


Militares reconhecem que há “insatisfação no alto escalão" com o governo Bolsonaro. Ao menos é o que informa a jornalista Denise Rothenburg, do   Correio Braziliense. Desde o início do mandato, nunca Bolsonaro foi tão diretamente desafiado pelos militares.O exemplo mais recente e contundente foi a carta do almirante Antonio Barra Torres, presidente da Anvisa, exigindo que o presidente se retratasse de suas insinuações contra a agência, que recomendou a vacinação de crianças contra a Covid. Se o mandatário não voltar atrás, disse Barra Torres, deverá apontar as suspeitas de corrupção contra a Anvisa, sob pena de cometer “crime de prevaricação”.

Só para lembrar, Barra Torres é aquele que, no início do mandato chegou a acompanhar o presidente em manifestações golpistas. Desde o recrudescimento da pandemia, Barra Torres posicionou-se a favor da ciência, da população, dos servidores e da própria ordem institucional do País.

Recado verde oliva

Este não foi o primeiro “recado verde oliva” a  Bolsonaro. O comandante do Exército, general Paulo Sérgio Nogueira, também deu sua alfinetada. Ele  divulgou uma instrução às tropas recomendando a vacinação e vetando a divulgação de fake news.

Outra derrota

O ministro da Defesa demitido, aliás, general Fernando Azevedo e Silva, acaba de assumir a direção-geral do TSE, onde supervisionará as eleições, garantindo a lisura do pleito por meio das urnas eletrônicas, tanto desacreditadas  por Jair.  Foi mais uma derrota de Bolsonaro.

Política aqui não

Até nas estatais os sinais são ruins para o mandatário. O general da reserva Joaquim Silva e Luna, presidente da Petrobras, avisou que a companhia não fará o represamento dos preços dos combustíveis para fins políticos.

Tiro pela culatra

Luna foi conduzido ao posto exatamente para plantar uma cunha bolsonarista na maior companhia estatal do País, mas o efeito foi contrário. É um ex-fardado que garante a independência e a integridade da empresa, contra os interesses politiqueiros.

Ninguém aguenta

Quem também já anda “porraqui” com Bolsonaro é o vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos (sem partido-AM). O parlamentar criticou, nesta segunda-feira (10/1), a declaração do presidente  de que as mortes de crianças por Covid-19 são “quase zero”.

Desrespeito à vida

Ele criticou o que avalia como “descompromisso com a vida” demonstrado pelo presidente com suas declarações insistentes minimizando as perdas de crianças pela Covid.

Já perdi uma filha com 3 meses de vida para uma meningite bacteriana fulminante. A morte de uma só criança é uma tragédia. Só a insensibilidade, a falta de amor ao próximo e o descompromisso com a vida pode levar alguém a minimizar a morte de 311 crianças –, lamentou Ramos.

Apesar do Jair

A vacinação  é uma coisa tão séria e necessária que mesmo os deputados que votaram a favor de um Título de Cidadão do Amazonas para Jair Bolsonaro – alguns deles verdadeiros “cão de guarda”– , estão pedindo pelo amor de Deus para a população se vacinar. Mesmo sabendo que o chefe do Executivo é contra.

Está entre nós

O  presidente da Assembleia Legislativa, Roberto Cidade (PV), por exemplo, voltou a defender, nesta terça-feira (11), a necessidade de vacinação contra a Covid-19.

—Temos visto um aumento considerável de casos positivos no início deste ano e sabemos que a variante ômicron já está em circulação por aqui –, alertou o deputado.

Vacina já!

Cidade lembrou que a possibilidade de evolução para um quadro mais grave é muito difícil para quem para quem completou seu ciclo vacinal.

—  Por isso, mais do que nunca, é importante que todo mundo tome as duas doses!

Dermilson cutuca AM-10

Dermilson Chagas (sem partido) não dá sossego ao governador Wilson Lima. O deputado denunciou, nesta terça-feira, 11/01, que o Consórcio AM-010 já recebeu mais de R$ 10 milhões. O pagamento foi realizado no dia 9 de dezembro do ano passado mas a obra está cheia de problemas.

— Quem atestou as medições e quais os serviços realizados no valor já pago? Os serviços são de péssima qualidade, qualquer pessoa pode verificar ao percorrer a estrada em toda a sua extensão —, cutuca Chagas.

Péssima qualidade

De acordo com o oposicionista, não precisa ser um especialista em engenharia civil para ver a péssima qualidade da obra.

—  É vergonhoso ver o que estão fazendo sem medo da Justiça e da fiscalização

A revolta da boto

Artigo científico publicado na revista Behaviour informa que os botos machos estão atacando filhotes na Amazônia, até mesmo os recém-nascidos.

Mistério

Para descobrir por que isso vem acontecendo, cientistas do  Projeto Mamíferos Aquáticos da Amazônia e do Projeto Boto, liderados pela bióloga Vera Maria da Silva, estão monitorando os animais.

Tarumã degradado

Tem muita gente tirando pedra na cachoeira do alta do Tarumã. O local  é de terra arrasada.

Aliás, não é de hoje que isso vem acontecendo naquela área que já foi um cartão postal de Manaus e um balneário muito frequentado pela família manauara.

Seguro morreu de velho

A Amazonastur solicita relatório sobre áreas de risco de desastres naturais em atrativos turísticos de 24 municípios do Estado.

A solicitação é um desdobramento da reunião promovida pelo Ministério do Turismo, em videoconferência, com os representantes do Fórum Nacional de Dirigentes e Secretários Estaduais de Turismo (Fornatur), ontem (10/1).

Sinal de alerta

O que deixou todos eles de barba de molho foi a tragédia do Capitólio, em Minas Gerais, no sábado (08/01), onde morreram 10 pessoas quando uma  estrutura rochosa desabou sobre lanchas com turistas, na região dos cânions,

ÚLTIMA HORA

Queiroz publica vídeo com Bolsonaro. “Esse é meu irmão, por isso estamos juntos nessa luta!”

Queiroz e seu "irmão" Bolsonaro: "estamos nessa luta juntos"

O  ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) Fabrício Queiroz publicou, nos stories de sua conta no Instagram, um vídeo neste domingo com imagens suas em manifestações bolsonaristas, de sua época como militar e ao lado do presidente Jair Bolsonaro (PL). A postagem carrega uma marca com o nome de Queiroz sobre as cores verde e amarela, e termina com a frase “estamos juntos nessa luta”.  O ex-assessor, que é apontado pelo Ministério Público como operador do esquema das 'rachadinhas' no gabinete de Flávio em sua época como deputado estadual do Rio, já deu indícios de que pretende se lançar como candidato ao cargo de deputado federal nas próximas eleições.

Ao fim do vídeo, uma foto de Queiroz junto ao presidente Bolsonaro na praia é exibida junto ao escrito: “Um exemplo de respeito, amizade, integridade e conduta; Esse é meu irmão, por isso estamos juntos nessa luta”.

ORGULHO

A tecnologia mostra mais uma vez que pode salvar vidas. Agora um drone com desfibrilador trouxe de volta um idoso de 71 anos que desmaiou após uma parada cardíaca, enquanto limpava a neve na garagem de casa. O equipamento chegou em três minutos ao local – na cidade de Trollhättan, na Suécia – antes mesmo da ambulância. O médico Mustafa Ali, que encontrou o paciente desmaiado, foi quem ligou para o serviço de emergência da cidade e avisou da emergência. O drone com desfibrilador foi enviado pelo serviço de Entrega Aérea Médica de Emergência (EMADE, na sigla em inglês), que operou remotamente o aparelho.

VERGONHA

Fiasco: Sérgio Moro não convence ninguém e já começa a ser vaiado

A agenda do ex-juiz da Lava Jato Sergio Moro na Paraíba, como pré-candidato à presidência da República pelo Podemos, havia sido concebida por apoiadores seus como uma espécie de “treino” da sua atuação na carreira política. Mas foi um fiasco. Ele teve dificuldades de comunicação com jornalistas e eleitores, foi vaiado e hostilizado por manifestantes e não agregou votos que facilitassem a sua penetração neste Estado nordestino como suposto representante da chamada “terceira via” à sucessão ao Planalto.  O ex-ministro da Justiça no governo de Dilma, Eugênio Aragão, afirmou ao site Brasil 247 que Moro se perde por duas fraquezas: a vaidade, que se confunde com sua ambição, e a falta de inteligência. “Sergio Moro não passa de um burocrata bem treinado para passar em concurso público, mas que não sabe criar ou elaborar”, atacou.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.