Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - Arthur Virgílio Neto e Wilson Lima se unem contra coronavírus


Afastados por motivos políticos, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), e o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), resolveram levantar bandeira branca, ao menor por enquanto. No início da tarde, o prefeito postou um vídeo direcionado ao governador. "Tem havido atritos que têm separado a possibilidade de nossos governos trabalharem juntos. Eu entendo que essa crise está acima de tudo e de qualquer questão pessoal. Por isso, entendo que trabalharmos juntos é mais útil para o povo de Manaus. Eu lhe estendo as mãos e espero reciprocidade", diz Arthur em vídeo.

Resposta

Wilson Lima postou um vídeo logo na sequência atendendo ao apelo do prefeito e dizendo que, a partir de agora, buscará reuniões com a Prefeitura de Manaus para

Experiência

"Na semana passa tive reunião  com todos os poderes e me estranhou a ausência da prefeitura. Temos quatro milhões de pessoas no estado que nos esperam. O senhor tem experiência e com o trabalho de todo sua equipe vamos encontrar caminhos para superar essa guerra. Quero contar com seu apoio", disse Wilson Lima.

Confira as falar do prefeito e do governador

Josué e as verbas de P&D

O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Josué Neto encaminhou ofício ao presidente Jair Bolsonaro e a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), em solicitada que todas as verbas de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) sejam destinadas ao combate do coronavírus (COVID-19).

Oficial

"Estamos oficializando esse pedido para o presidente Bolsonaro, para verificar com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e a Suframa, excepcionalmente neste ano, que de forma imediata, autorize que as empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM) utilizem as verbas de P&D em favor do combate ao coronavírus", afirma Josué.

Os recursos devem ser utilizados “no que for prioritário no que competem à prevenção, combate e tratamento, em decorrência do novo Coronavírus”.

Amazonino já passou por 8 partidos

O tetra-governador Amazonino Mendes anunciou nesta sexta=feira , 20/03, em clima de festa – bem discreta, por conta do coronavírus –, sua filiação ao Podemos, garantindo que está sentindo algo diferente, porque este é o “partido que quer mudar o Brasil”.  Até aí tudo bem, se Mazoca não já tivesse sentido esse “algo diferente” por pelo menos oito partidos. Senão vejamos: o político amazonense já foi do PMDB, PDC, PPR, PPB, PFL, PDT, PTB  e agora o Podemos.   Ou seja, Amazonino é o “campeão” desse troca-troca de partidos, já tendo transitado por oito siglas partidárias.  É o que chamamos de infidelidade partidária.

Já não se fazem mais....

Político de um partido só hoje é coisa rara. Ulisses Guimarães e Pedro Simon, por exemplo, nunca saíram do velho MDB, que chegou a ser PMDB e voltou a se chamar MDB. O ex-presidente Lula também nunca arredou o pé do Partido dos Trabalhadores, sigla que fundou nos anos 1980.

... políticos como antigamente!

No Amazonas, a ex-senadora Vanessa Grazziotin também está no PCdoB desde pequenininha. Os deputados federal, José Ricardo e o estadual Sinésio Campos estão no PT desde os primeiros passos na política.

Fiel só a Deus

O deputado federal Silas Câmara ( PRB-AM) é outro campeão do troca-troca. Fiel apenas a Deus (é evangélico) ele já mudou de partido oito vezes. Já passou pelo PMDB, PL, PFL, PTB, PAN, PSC, PSD e agora está no PRB.

Bolsonaro infiel

O presidente Jair Bolsonaro, exerceu sete mandatos transitando por oito partidos diferentes, o que comprova que ele não tem compromisso ideológico com nada e nem demonstra fidelidade a nenhuma corrente política. Estava no PSC quando anunciou que seria candidato à sucessão no Palácio do Planalto... por uma nova e nona legenda, o PSL.

“Três oitão”

Mas nem bem esquentou a cadeiras e já pulou fora do PSL, fundando o Aliança Pelo Brasil, cujo número, propositadamente é “três oitão”.

Maior que o partido

Na verdade, os políticos de agora não estão mais preocupados com isso. Para grande caciques, assim  como Amazonino, o que importa é a figura da pessoa eleita, que às vezes é  maior que a sigla.

Compromisso ideológico

Mas, para  especialistas em direito eleitoral, essa dança de cadeiras dos partidos é muito ruim porque impede que o eleitor cobre do político o compromisso ideológico estabelecido pelo partido.

Capital político

De acordo com e diretor do MCCE (Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral), Luciano Santos, a importância do partido não existe no nosso atual sistema de representação.

—  O que vale é o capital politico que o parlamentar tem. Isso demonstra que os partidos não têm a importância que deveria ter para trazer a responsabilidade de seguir um programa –, cutucou.

Amazonino já passou por oito partidos

Procura-se álcool em gel

Ganha um doce quem encontrar álcool em gel em Manaus. Nesta sexta-feira, 20/03, um repórter do blog peregrinou ao menos em seis farmácias e três supermercados atrás do bendito álcool de 70%  e a resposta era a mesma: “tinha, mas acabou”.

Só serve o de 70%

O álcool mais indicado para evitar a contaminação pelo coronavírus é o álcool 70ºGL (ou, popularmente, 70%), pois fica mais tempo em contato com o vírus. Por isso é amplamente utilizado para este fim. E este que sumiu das prateleiras e não tem nem previsão de reabastecimento do mercado local.

Arthur tem solução

Para tentar resolver o problema Arthur Virgílio e o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Drogas do Amazonas (Sindidrogas), Armando Reis, debateram nesta sexta-feira, 20/3, as ações que podem ser adotadas para fortalecer o estoque de álcool em gel.

—Estamos usando todos os mecanismos, públicos ou por meio de parcerias com outras instituições, para reforçar a prevenção e conter o avanço do novo coronavírus na nossa cidade —, disse Virgíio.

Mais barato

Virgílio explicou que os próximos passos serão analisar de que maneira se pode reduzir o imposto sobre o produto (álcool em gel), para que possa ser vendido a preço de custo e fixar um maior controle na venda.

—Sugeri ao presidente que a venda seja limitada por pessoa, para evitar que alguém se aproveite da situação e compre todo o estoque da cidade e revenda pelo preço que quiser –, observou o gtucano.

Picaretagem

Falando nisso, o Procon Manaus (Semdec) apreendeu, na tarde desta sexta-feira, 20/3, 113 produtos caracterizados como álcool em gel de procedência duvidosa nas ruas do centro da capital amazonense.

Espertalhões

A operação foi realizada pela equipe de fiscalização do órgão, que encontrou diversos ambulantes comercializando ilegalmente os produtos. Uma loja localizada na avenida Eduardo Ribeiro foi autuada e os produtos apreendidos.

Gato por lebre

Os fiscais atestaram que não era álcool em gel coisa nenhuma. E sim um tipo de mistura de gel de cabelo com outros produtos químicos e até mesmo sanitários.

Malafaia desafia vírus

O pastor Silas Malafaia,  que se acha acima do bem e do mal, disse que sua  igreja vai ficar aberta por mais tempo do que esteve até hoje, porque acredita que “a igreja é hospital de Deus pra área espiritual e pra área emocional”.

—  Não vai ter culto presencial, mas vai ter atendimento pra alguém que tá aflito. Em horário de culto eu vou estar presente!

Cabra macho

Após uma semana de relutância, Malafaia decidiu suspender os cultos da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, que tem 116 congregações no Brasil. Mas isso só porque a prefeitura recolheu os ônibus e porque existe um decreto de estado de emergência. Cabra macho que não teme nem o coronavírus. Então, tá!

Malafaia desafia autoridades

Endossou Eduardo

Esta semana o Brasil assistiu, incrédulo, o Ministério das Relações exteriores passar a mão na cabeça do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) que fez um ataque público à China, acusando aquele país pelo o avanço do coronavírus.

Família “veneno”

Quando o  chanceler Ernesto Araújo apareceu na televisão, todos pensavam que ele iria tentar concertar a burrada do filho do presidente e apagar o incêndio.

Qual o que!

O  ministro  fez foi criticar foi o embaixador da China no Brasil por ter retuitado comentário de um seguidor que chamava a família Bolsonaro de “veneno”.

Chanceler às avessas

E ainda exigiu desculpas do governo chinês.

— Já comuniquei ao embaixador da China a insatisfação do governo brasileiro com seu comportamento. Temos expectativa de uma retratação por sua repostagem ofensiva ao Chefe de Estado.

Perguntar não ofende

Ué, não foi o deputado Eduardo Bolsonaro que ofendeu a China?

ORGULHO

Profissionais de saúde de várias partes do Brasil estão tirando fotos com a frase: “Nós estamos aqui por você. Fique em casa por nós”: É um sério apelo aos brasileiros que ainda não acordaram para a dimensão do problema do coronavírus e continuam se expondo nas ruas, seja por necessidade de trabalho, ou brincadeiras na praia. Postadas nas redes sociais as fotos ganham milhares de curtidas, centenas de compartilhamentos e comentários emocionados, entre eles: “contem comigo”, “Deus proteja a cada um”, “corajosos”, “guerreiros” e “venceremos juntos”.

VERGONHA

Em 2016, muita gente aplaudiu a aprovação da Emenda 95, os investimentos em Saúde ficaram congelados por 20 anos. Até 2036, os governos e prefeituras estão proibidos de aumentar os gastos em Saúde. Isso foi considerado “uma das coisas mais estúpidas que uma nação já fez”. Não por acaso, a PEC foi chamada de PEC da Morte. Parte da população não reagiu ou apoiou incondicionalmente esse congelamento. Agora, diante da pandemia de coronavírus, os profissionais de Saúde se transformaram em heróis. Heróis que foram tratados como lixo. Alguns até xingaram médicos cubanos para lucrar com o mercado da medicina.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.